Pesquisando...
terça-feira, 13 de janeiro de 2015

A última semana foi de intensa movimentação no Palácio do Planalto para a definição dos novos comandantes das Forças Armadas. A presidenta Dilma Rousseff e o ministro da Defesa, Jaques Wagner, divulgaram nota oficial com os nomes dos novos dirigentes das Forças Armadas: o almirante-de-esquadra Eduardo Barcellar Leal Ferreira será o comandante da Marinha do Brasil; o general-de-exército Eduardo Dias da Costa Villas Bôas comandará o Exército Brasileiro; e a Força Aérea Brasileira está sob a direção do tenente-brigadeiro do ar Nivaldo Luiz Rossato.

Aeronáutica

Nivaldo Luiz Rossato nasceu em 26 de agosto de 1951 na cidade de São Gabriel, sudoeste do Rio Grande do Sul. Ingressou na Força Aérea Brasileira (FAB) em 1969.

Foi declarado aspirante-a-oficial pela Academia da Força Aérea (AFA) em dezembro de 1975. Chegou ao generalato em julho de 2003, ascendendo à tenente-brigadeiro do ar em 31 de março de 2011.

Líder de Grupo de Aviação de Caça, Rossato acumula mais de 3,5 mil horas de voo. Além disso, possui cursos nas áreas de piloto de caça, líder de esquadrilha, líder de esquadrão, piloto operacional de transporte de tropa e inspetor de aviação civil.

Ao longo da carreira, ocupou mais de 20 funções de comando, assessoramento e instrução na FAB. Antes de ser designado dirigente maior da Força Aérea, Rossato ocupava o cargo de chefe do Estado-Maior da Aeronáutica.


0 comentários:

Postar um comentário