Pesquisando...
sexta-feira, 5 de dezembro de 2014



Muito em breve, São Bernardo do Campo terá mais uma empresa em seu território: a SBTA, São Bernardo Tecnologia Aeroespacial, parceria entre a sueca Saab e a Imbra para a fabricação local dos caças Gripen NG.

Mais do que dinheiro envolvido no negócio, US$ 5,4 bilhões para a produção de 36 unidades, também haverá a transferência de tecnologia que, segundo contrato assinado com os brasileiros, será de ao menos 150% deste valor. Ou seja: os suecos irão ensinar aos brasileiros como fabricar o avião.

Como a indústria aeroespacial brasileira ainda engatinha, houve dúvidas se o país iria, de fato, ter benefícios com a parceria que, caso saia como planejado (80% da estrutura dos aviões sendo produzida localmente ao final do acordo), colocará o país em um mercado cujo potencial de venda é estimado em US$ 30 bilhões para os próximos 20 anos.

A empresa, por meio de Jan Germudsson, vice-presidente de parcerias industriais, garantiu que o país terá sim benefícios e que suas parceiras locais, Embraer, Akaer, Ael, Atech, Inbra, Mectron e DCTA, receberão a transferência tecnológica sendo que, inclusive, alguns funcionários irão à Suécia para capacitação e especialistas suecos virão ao Brasil para supervisionar o trabalho dos brasileiros em um processo que irá durar cerca de 6 anos.

O papel de São Bernardo, por meio da SBTA, será o de produzir equipamentos projetadores pela Akaer, empresa hoje lotada em São José dos Campos que teve 15% adquirido pela Saab, colocando a cidade na vanguarda da indústria aeroespacial brasileira. As obras para construção da fábrica começarão em 2015, com início de operação até 2017.


TV Berno

0 comentários:

Postar um comentário