Pesquisando...
segunda-feira, 3 de novembro de 2014



O Brasil deve saltar da décima para a quinta posição entre os maiores mercados de aviação civil no mundo nos próximos 20 anos. O crescimento médio anual do mercado doméstico deve ser, em média, de 5,4%. Com isso, no período, o país deve ganhar 170 milhões de passageiros e atingir a marca de 272 milhões em 2034. As projeções são da Iata (Associação Internacional de Transporte Aéreo, na sigla em inglês). 

O documento destaca que, no mundo, o número de passageiros transportados por aeronaves deve somar 7,3 bilhões de pessoas em duas décadas, o que representa um crescimento anual de 4,1%. Isso é mais que o dobro dos 3,3 bilhões estimados até o final de 2014. Entre os fatores que explicam a alta estão a melhoria do padrão de vida da população mundial, crescimento populacional em algumas regiões, como na África, queda no custo das passagens aéreas e adição de novas aeronaves de longo alcance nas frotas das companhias aéreas. 

A China ultrapassará os Estados Unidos como o maior mercado, após atingir um crescimento anual de 5,5% e chegar em 2034 transportando 1,3 bilhão de passageiros, 856 milhões a mais que o registrado atualmente. No mercado dos EUA, o incremento estimado é de 3,2%¨ao ano. Assim, em 20 anos, serão mais 559 milhões de norte-americanos, num total de 1,2 bilhões de passageiros.


Agência CNT

0 comentários:

Postar um comentário