Pesquisando...
segunda-feira, 27 de outubro de 2014



No final do terceiro trimestre de 2014, a carteira de pedidos firmes a entregar (backlog) da Embraer chegou ao patamar de USD 22,1 bilhões, o maior da história da Empresa, impulsionada principalmente pela assinatura do contrato do KC-390 e pelo pedido firme de 50 jatos E175 da Republic Airways Holdings Inc., operadora com a maior frota de E-Jets do mundo. Em junho de 2014, a carteira de pedidos firmes totalizava USD 18,1 bilhões.

São 19 jatos para o mercado de aviação comercial e 15 para o de aviação executiva. As aeronaves para a Republic, cujas entregas estão programadas para começar no terceiro trimestre de 2015 se estendendo até 2017, serão operadas pela United Airlines com a marca United Express. Outro destaque do trimestre foi o pedido firme de 15 E-Jets, compreendendo os modelos E170 e E190, assinado com a Japan Airlines (JAL). As entregas dos novos E-Jets para a JAL estão previstas para começar em 2015. 

Legacy 500 recebe certificação FAA, nos EUA

A fabricante brasileira também informou que o jato executivo Legacy 500 recebeu a certificação da Federal Aviation Administration (FAA), autoridade aeronáutica dos Estados Unidos, o que permite o início das operações da aeronave naquele país ou em lugares que requerem essa homologação.

O Legacy 500 recebeu a certificação da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) em agosto e aguarda a aprovação da European Aviation Safety Agency (EASA), agência europeia para segurança da aviação, ainda este ano, disse a Embraer em comunicado.

O Legacy 500 é um jato executivo da categoria midsize e a entrega para o primeiro cliente foi realizada em 10 de outubro. Em 2014, serão produzidas até seis aeronaves.

Reuters

   

0 comentários:

Postar um comentário