Pesquisando...
segunda-feira, 22 de setembro de 2014

Embraer expõe seu primeiro jato midsize totalmente equipado com sistema fly-by-wire e recebe certificação da Anac durante cerimônia no segundo maior encontro de aviação executiva do mundo

A 11ª edição do segundo maior encontro de aviação executiva do mundo, a Labace 2014, realizado neste mês em agosto, no aeroporto de Congonhas, em São Paulo, não decepcionou ao mostrar que os negócios e inovações navegam a céu aberto, revelando um mercado que não para de crescer. 

Prova disso foi a chegada do Legacy 500, que traz a melhor cabine de passageiros da sua categoria, com 1,82m de altura – similar às de algumas aeronaves na categoria super midsize. Oito poltronas podem ser convertidas em quatro leitos em uma altitude equivalente de cabine de 6.000 pés. O sistema de entretenimento a bordo inclui vídeo de alta definição, som surround,várias opções de entrada de áudio e vídeo, sistema de gerenciamento de cabine, e três opções de comunicação e transmissão de dados, permitindo inclusive acesso à internet.

O Legacy 500 é o primeiro jato midsize totalmente equipado com sistema de comandos de voo digital, baseado na tecnologia fly-by-wire, com manche lateral de controle (sidestick) e a suíte de aviônicos Rockwell Collins Pro Line Fusion em quatro telas planas LCD de alta resolução, de 15 polegadas, completamente digital, com planejamento gráfico de voo, além de opções como autobrakes, e o E2VS (Embraer Enhanced Vision System).

O novo Legacy é capaz de voar a 45.000 pés (13.716 m) de altitude, equipado com dois motores Honeywell HTF7500E, os mais ecológicos de sua classe. Decolando de uma pista tão curta quanto 4.084 pés (1.245 m), o Legacy 500 tem um alcance de 3.125 milhas náuticas (5.788 quilômetros), com quatro passageiros a bordo, nas condições NBAA IFR, o que permite voos sem escalas, de São Paulo a Caracas (Venezuela), Los Angeles (EUA) a Honolulu (Havaí), Teterboro (EUA) a Londres (Inglaterra), Moscou (Rússia) a Déli (Índia), Jacarta (Indonésia) a Sidney (Austrália), Dubai (Emirados Árabes Unidos) a Zurique (Suiça).

Certificação da ANAC



Durante cerimônia realizada na Latin American Business Aviation Conference and Exhibition (LABACE), em São Paulo, a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) entregou o certificado do Legacy 500. A Embraer espera receber certificação da FAA (Federal Aviation Administration), autoridade aeronáutica dos Estados Unidos, nas próximas semanas e, em seguida, a certificação da EASA (European Aviation Safety Agency), responsável pela homologação na Europa.

O programa de ensaios em voo foi composto de quatro protótipos para avaliar o funcionamento e a confiabilidade de todos os sistemas e equipamentos. A frota de ensaio do Legacy 500 realizou mais de 1.800 horas de voo. Mais de 20.000 horas de testes foram conduzidas em laboratórios, equipados com bancadas de integração dos sistemas aviônicos, elétricos, hidráulicos e ambientais.
A produção em série do novo Legacy já foi iniciada e a primeira entrega está prevista para setembro. Até seis aeronaves serão fabricadas em 2014 e o aumento da produção vai ocorrer ao longo de 2015. “Esta aeronave é revolucionária”, declarou Marco Túlio Pellegrini, Presidente da Embraer Aviação Executiva. “Com maior alcance e desempenho de pista do que originalmente esperado, o Legacy 500 define um novo padrão para a categoria midsize”, completou o executivo. 

Video relacionado à matéria:

0 comentários:

Postar um comentário