Pesquisando...
quinta-feira, 14 de agosto de 2014


Com expectativa de faturar 20% dos US$ 265 bilhões que o mercado de aviação executiva deve gerar até 2024, a Embraer anunciou, em sua coletiva de imprensa na 11ª edição da Labace, a expansão da rede de suporte no nordeste, com uma central de monitoramento para donos de jatos executivos em Igarassu, região metropolitana do Recife (PE). O novo “contact center” será direcionado ao atendimento dos jatos Phenom 100 e Phenom 300. Atualmente, a fabricante brasileira mantém um contact center em São José dos Campos, com 13 técnicos atendendo aos donos de jatos executivos, e outro em Sorocaba, no interior de São Paulo. A fabricante brasileira de aviões destaca ainda a participação no mercado mundial da categoria de aviões executivos, que passou de 3,3% em 2008 para 17,6% em 2013.

0 comentários:

Postar um comentário