Pesquisando...
quinta-feira, 17 de outubro de 2013



Iastochi Yokoyama inventou uma forma original de escapar dos engarrafamentos em Tókio: o GEN-H4, um “minicop” (mini-helicóptero) de apenas 75 quilos. A diferença básica para um modelo comum é que o GEN-H4 não leva rotor de cauda, as duas hélices principais giram em sentido contrário e em velocidades diferentes, fazendo com que o pequeno consiga voar. O combustível fica na parte de trás e traz uma mistura de gasolina e óleo, impulsionando quatro motores de 125 cilindradas cada. No painel de controles, apenas um instrumento que mede as rotações por minuto, botões que ligam os motores e o acelerador. Yokoyama tem 55 anos e é piloto de ultraleves. Como o “minicop” está em fase de testes, ainda alcança velocidade máxima de 60 km/h, mas pode subir bem, até 1.500 metros de altitude. O modelo entrará no mercado a R$ 165 mil, mas ao iniciar sua produção em escalas, poderá cair para R$ 22 mil.

0 comentários:

Postar um comentário